quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Escrevas



Não importa o que escrevas,
apenas passe tudo para seus papeis
Seus sentimentos, seus amores
Seus fracassos, suas dores.

Não importa o que seja
Apenas escrevas
Seus números, Seus mundos
Suas lições, suas canções  

Escreva lhes cartas
Escreva sua historia
Escreva tua vontade de viver e sonhar
Teus medos e receios
 
Não importa
Se é importante ou não,
Mas coloque tudo para fora
como o grito que vai te libertar

Não se importe se pode ou não
As palavras podem curar ou queimar
Lhe fazer renascer ou morrer
Mas te libertarão

Tire suas angustias e seus arrependimentos
Continue a escrever, mesmo que sejas um poeta tolo
Alguém lhe irar de ouvir, alguém ira de lhe notar
E talvez até lhe amar como você amou suas palavras
Escritas através desse  homem bobo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário